sábado, 31 de dezembro de 2011

Multishow exibe maratona de Clipes


Para aqueles que não aguentam mais ver o Show da Virada, que além de todo ano ter artistas conhecidos sempre cantando as mesmas músicas, consegue piorar levando os músicos da moda cantando coisas piores e nem querem romper o ano vendo filmes, o jeito é procurar canais com programas melhores.
Por conta, a programação do Multishow é uma boa alternativa, pois exibirá clipes que fizeram sucesso durante o ano no especial “Tvz Faz a Sua Festa”, que irá ao ar das 19h às 4 da manhã.

Top 15 - 4ª Colocada

Till The World Ends - (Britney Spears)
Outra música de Britney Spears que fez muito sucesso esse ano foi a balada “Till The World Ends”, provando mais uma vez que essa cantora tem tudo para continuar sendo uma das melhores do estilo musical que a consagrou, o Pop.

Top 15 - 5ª Colocada

I Wanna Go - (Britney Spears)
Apesar de sempre ser acusada de fazer playback em clipes e shows, parece que Britney Spears finalmente demonstrou que voltou para ficar com o lançamento de I wanna go, no qual mostrou que ainda sabe fazer as pessoas se animarem com suas músicas.

sexta-feira, 30 de dezembro de 2011

Top 15 - 6ª Colocada

Someone Like You - (Adele)
A música da atual cantora “da moda”, Adele, fala sobre a frustração de ver o ex com outra pessoa, sendo que o fim do relacionamento ainda não foi superado e ela deseja encontrar alguém bem parecido com ele (já que não há chance de tê-lo de volta).
Apesar de ser uma música bonita e que expressa sentimentos verdadeiros, Someone Like You não é o tipo de música recomendado para pessoas que estão passando por essa situação, pois pode deixar a pessoa ainda mais deprimida.

quinta-feira, 29 de dezembro de 2011

Top 15 - 7ª Colocada

Paradise - Coldplay
A música da banda britânica Coldplay fala sobre a idealização da vida e da decepção quando se descobre que ela nunca será perfeita, o que acaba com a crença de que vivemos num paraíso.

Top 15 - 8ª Colocada

We Found Love (Rihanna feat. Calvin Harris)
A música cantada por Rihanna, com participação de Calvin Harris, fala sobre como podemos encontrar o amor nas situações mais inusitadas.

Top 15 - 9ª Colocada

Domino (Jessie J)
A música cantada por Jessie J é bastante animada e realmente nos deixa com vontade de dançar, coisa que a maioria das baladas de hoje em dia não consegue.
Entretanto, a letra peca um pouco pelo exagero ao falar sobre dançar loucamente e pedir em determinados pontos da música para ser derrubada “como se fosse um dominó”.

10 anos sem Cássia Eller

Cássia Eller sempre foi uma das cantoras que eu mais gosto ouvir desde criança, e parece que foi ontem que vi anunciarem no SBT Rio que ela havia morrido, mas faz 10 anos. Ela tinha apenas 39 anos quando seu coração parou de funcionar, a três dias de um novo ano, que infelizmente não chegou a conhecer.
Até hoje, quando escuto falarem seu nome, me lembro das tardes de 2002, quando eu voltava no ônibus da escola ouvindo uma de suas músicas mais famosas, “Malandragem”, sem acreditar que a dona daquela voz nunca mais lançaria uma música nova.
Ela, assim como outros grandes cantores desse país, nos deixou muito cedo. Aliás, não sei por que, mas no Brasil é comum que os melhores partam primeiro, deixando um vazio enorme em seu lugar. Apesar do que alguns fãs fanáticos e implicantes gostam de afirmar, o espaço que essas pessoas deixaram ao partirem não será ocupado nem mesmo pelos descendentes desses artistas.
Um dos motivos que fez Cássia Eller se destacar em meio a tantas intérpretes foi a versatilidade de sua voz, que conseguia se adequar tanto à letra de rock mais pesada quanto as músicas do Legião Urbana e também as mais românticas, deixando claro como essa cantora era (e realmente tinha capacidade para ser) eclética .
Entre as músicas mais famosas que interpretou estão Malandragem (que por sinal é a que mais gosto), O Segundo Sol, Por Enquanto, Palavras ao Vento e também as belíssimas interpretações que fez de músicas de Cazuza, como por exemplo, Pro Dia Nascer Feliz e Preciso Dizer que te amo.
Abaixo, segue um vídeo de Cássia Eller interpretando “Malandragem” no Acústico MTV, de Março de 2001, que foi inclusive o último álbum que ela gravou, alguns meses antes de sua morte, em 29 de Dezembro do mesmo ano.

quarta-feira, 28 de dezembro de 2011

Top 15 - 10ª Colocada

Just The Way You Are - Bruno Mars

A música de Bruno Mars fala sobre um cara que faz jus ao título da canção, pois ele gosta da mulher amada exatamente do que jeito que ela é, mesmo que, como a maioria das mulheres, ela se sinta a mais imperfeita do mundo ao se olhar no espelho todos os dias.

Top 15 - 11ª Colocada

On the floor (Jennifer Lopez ft. Pitbull)
A música on the floor, da cantora Jennifer Lopez e que conta com a participação de PitBull, nada mais é do que uma típica balada, pois além de ter um ritmo bem agitado, fala sobre festa e pessoas que adoram se acabar na pista de dança.

Top 15 - 12ª Colocada

Fly (Nicki Minaj ft. Rihanna)

Com participação de Rihanna, a música Fly, de Nicki Minaj, fala sobre luta e também de superação de obstáculos para continuar vivendo de maneira digna.

terça-feira, 27 de dezembro de 2011

Top 15 - 13ª Colocada

The Lazy Song, de Bruno Mars, fala sobre o quanto a preguiça nos atinge, fazendo com que não tenhamos vontade de fazer absolutamente nada.

Top 15 – 14ª Colocada

Last Friday Night (Katy Perry)
Lançada por Katy Perry, Last Friday Night conta a história de uma garota do estilo “Bety, a feia”, que sonha em ser como todas as outras garotas e ser bem tratada pelos colegas que tanto a humilham e, após uma dessas tentativas, acorda sem lembrar de nenhuma das loucuras que fez na noite anterior.

Top 15 – 15ª Colocada

Com o fim do ano chegando, sempre é hora que falar sobre as melhores coisas do ano que se encerra daqui a poucos dias. E com a música não poderia ser diferente.
Por isso, de hoje até o dia 31 eu postarei 15 músicas internacionais que fizeram bastante sucesso esse ano não só no exterior como no Brasil também.

Top 15 – I Like How It Feels

Assim como seu título, a música lançada por Enrique Iglesias fala sobre sensações que devemos aproveitar ao longo da vida por serem boas, algo meio que a la “Carpe Diem”, que significa “aproveitar o momento”.

domingo, 25 de dezembro de 2011

Especial Roberto Carlos: A queda de uma instituição do Natal


Parece que os brasileiros, apesar de implorarem por mudanças, ainda não aprenderam a lidar com elas (e talvez nunca consigam essa verdadeira façanha).
Desde 1974, todo fim do ano (geralmente no penúltimo ou no último Sábado), a Rede Globo exibe o especial do Roberto Carlos, com praticamente o mesmo repertório e os mesmos artistas sentados na platéia, que parecem visivelmente emocionados sempre que a câmera os focaliza.
Para a maioria da população que habita estas terras tupiniquins, esse show do Roberto Carlos é a coisa mais chata que existe na face da terra e já passou do tempo de ser exibida não só no horário nobre da Globo como também na televisão, até porque o Roberto Carlos só parece ser o “Rei da Voz” pra essa emissora, que insiste em fazer tal afirmação a cada vez que ele aparece.
Entretanto, parece que esse ano a Vênus Platinada parece ter finalmente entendido o recado dos telespectadores e resolveu trocar o especial do “rei” por uma reprise de um show dele mesmo em Jerusalém. E foi aí que se instalou o caos.
 Parece até deboche, mas boa parte das pessoas que tanto rezavam para que esse especial não fosse mais exibido simplesmente levaram um choque ao perceberem que, insuportável ou não, ele fazia parte no ritual do natal. Sim, ele era tão importante quanto o panetone, o chester ou a música da Simone pelo simples fato de sempre estar ali, ano após ano, e foi por isso que a mudança surpreendeu a todos.
E por esse motivo, mesmo tendo a reprise do especial de Jerusalém em um horário totalmente esdrúxulo como “Domingo, logo após o Fantástico”, a verdade é que sentiremos um vazio quando ligarmos a TV hoje à noite e não encontrarmos o Roberto Carlos “vivendo este momento lindo” e nem dizendo a Jesus Cristo que está aqui, em mais um de seus tradicionais shows de fim ano.

sexta-feira, 23 de dezembro de 2011

Altas Horas recebe Maria Rita no dia de Natal


Apresentado por Serginho Groisman, o programa Altas Horas Especial de Natal recebe a cantora Maria Rita, que além de cantar sucessos de sua carreira, divulga e canta algumas músicas de seu mais novo Cd, Elo, e dá sua opinião acerca do cenário atual da Música Popular Brasileira.
Com quase 10 anos de carreira, Maria Rita desde cedo teve de lidar com a cobrança para que seguisse a carreira artística que consagrou seus pais, que dispensam apresentações pelo fato de serem simplesmente César Camargo Mariano e Elis Regina.
Esse, inclusive, foi um dos motivos que a fizeram levar tanto tempo para se juntar aos irmãos Pedro e João Marcelo no ramo da música, pois o receio de ser tachada como “aquela que veio tomar o lugar de Elis” a assombrava bastante e ela não desejava em hipótese alguma obter sucesso às custas da mãe, que perdeu aos 4 anos.
Aliás, uma curiosidade: Maria Rita resolveu enfim tomar a decisão de se tornar cantora após ler seu livro preferido, “Cartas a um jovem poeta”, no qual um jovem que estava em dúvida entre se alistar no exército e ser poeta disse que não sobreviveria se lhe tirassem o direito de escrever (e ela substituiu o “escrever” por “cantar”).
O programa Altas Horas vai ao ar na madrugada de Sábado para Domingo, por volta das 02h05 da manhã, logo após a tradicional “Missa do Galo”.

Maria Rita e Serginho Groisman durante gravação do programa Altas Horas.

quarta-feira, 21 de dezembro de 2011

Prefeitura do Rio de Janeiro homenageia Joãosinho Trinta

O prefeito do Rio de Janeiro rebatizou hoje a "Cidade do Samba" de "Cidade do Samba Joãosinho Trinta". A medida se deve ao fato de a prefeitura querer homenagear o carnavalesco Joãosinho Trinta, que morreu no último sábado, dia 17, vítima de pneumonia, aos 78 anos.
Para quem não sabe, Joãosinho Trinta não só foi um dos melhores carnavalescos da história do carnaval carioca como também foi um dos grandes incentivadores da criação da cidade do samba, que fica no bairro da Gamboa, na Zona Portuária do Rio de Janeiro.
Um fato curioso é que, apesar de tanto ter pedido pela construção de um local mais adequado para que as escolas de samba pudessem preparar seus desfiles, Joãosinho Trinta não chegou a usar a Cidade do Samba, uma vez que quando ela foi inaugurada, em Setembro de 2005, ele já não estava mais trabalhando como Carnavalesco (ele havia exercido o ofício pela última vez no início de 2005, quando ocupou o posto de Carnavalesco da Unidos de Vila Isabel).

Músicas internacionais são as mais vendidas no iTunes do Brasil


Parece que ainda não vai ser dessa vez que os brasileiros vão ter somente músicas brasileiras nas principais posições das paradas de sucesso.
Dessa vez, as músicas que estão no topo da lista de mais vendidas do iTunes, que abriu sua loja virtual no Brasil na semana passada, são Someone Like You e Rolling in The Deep, da cantora Adele.
Ai Se Eu Te Pego, do Michel Teló, Moves Like Jagger, do grupo Maroon 5, Paradise, do Coldplay, We Found Love, da cantora Rihanna, Give Me Everything, do Pitbull, Viva La Vida, do Coldplay, A Doida, do Seu Jorge e Without You, do David Guetta são as outras músicas que se juntam as da cantora britânica na lista.

segunda-feira, 19 de dezembro de 2011

Especial Ivete, Gil e Caetano


Com o objetivo de trazer uma programação de fim de ano mais interessante, a Rede Globo exibe essa semana um especial com três grandes nomes da Música Popular Brasileira: Caetano Veloso, Gilberto Gil e Ivete Sangalo.
A ideia de colocar Ivete Sangalo para cantar com dois ícones da música desde sempre com toda certeza não foi vista com bons olhos por boa parte do público, pois embora Ivete Sangalo seja uma boa cantora e venda bastante CD e DVD, o fato é que ela nunca será tão importante quanto Gil e Caetano, pois eles foram (e ainda são) representantes de uma geração.
Entretanto, não há como negar que Ivete, apesar de ter firmado sua carreira cantando um estilo musical bastante desprestigiado por boa parte dos brasileiros, o axé, é uma das melhores intérpretes de sua geração, haja vista o seu sucesso não só no Brasil como também fora dele.
Porém, o que a faz ser considerada apenas uma mera coadjuvante nesse especial é o fato de que um encontro entre Caetano Veloso e Gilberto Gil sempre é algo grandioso, uma vez que os dois baianos sempre serão reconhecidos pela grande contribuição que deram à Música Popular do país fazendo composições que até hoje são lembradas, e, claro, por terem sido os líderes da Tropicália, que foi um dos movimentos musicais mais famosos do fim da década de 1960.
O Especial Ivete, Gil e Caetano vai ao ar na sexta-feira, dia 23, logo após o Globo Repórter.